Postagens

Todos Contra o Coronavírus - Chegou minha vez de ser vacinada

Imagem
 Hoje foi um grande dia para mim. Finalmente fui vacinada contra o Covid 19.  O que parece ser banal no cotidiano de muitas pessoas, a mim não é.  Inclusive, esta situação é algo que tenho certa dificuldade em lidar por conta de traumas e temores que tenho e que aos poucos vou vencendo.  Tomar esta vacina, ter mais chance de viver sem contrair o vírus ao invés de me acomodar e não enfrentar meus medos  correndo o risco de não estar viva para publicar este texto não é uma escolha mas sim uma obrigação para comigo mesma e com o próximo.  Esta doença terrível não permite erros e nos obriga, mesmo que não queiramos, a cuidar do outro.  Ela nos separou de quem amamos, impôs barreiras nunca antes impostas e nos tirou pessoas amadas de nosso convívio. Eu mesma perdi um amigo ano passado que era como um pai para mim e semana passada, de repente, perdi um tio que tinha lá seus problemas de saúde mas nada que fosse tão devastador quanto esse maldito vírus.  É doloroso perder alguém sob qualquer

Bandnews FM: 16 anos informando e fazendo companhia no dia a dia

Imagem
Logo Rádio Bandnews FM   Era o distante 15 de outubro de 2005 quando Daniel Craig foi anunciado como o sexto ator a interpretar James Bond no cinema. Eu concedi uma breve entrevista para a Rádio Bandnews FM porque fazia parte de um fã clube dedicado ao agente britânico, a extinta Comunidade 007 Brasil. Uma experiência diferente para mim porque nunca tinha dado entrevista para nenhum meio de comunicação, afinal de contas, não sou famosa.  A entrevista durou uns cinco minutos eu acho. Na manhã daquele dia eu emitia ao vivo minha opinião sobre a escolha do ator que foi polêmica por vários aspectos e bastante surpreendente para todos os Bond Maníacos do planeta que ainda estavam em choque e perplexos com a novidade.  Me lembro que quem me entrevistou foi uma mulher e naquela época eu ainda não era ouvinte portanto não sei dizer o nome da jornalista.  Só me recordo que foi aproximadamente umas dez horas da manhã e hoje, se a pessoa ainda trabalhar lá, durante a semana, nesta faixa de horári

Bond Music: Licença para inovar e emocionar

Imagem
 Foto Original: Instagram @gemeosdocinema Antes de iniciar este post, tenho o dever de esclarecer a vocês que demorei muito a escreve - lo por diversas  razões.  Vou apenas mencionar a principal delas: eu tive um bloqueio criativo causado pelo enorme impacto emocional proporcionado por este evento e tudo que o cercou.  Para quem chega neste blog agora, seja bem vindo (a), saiba que eu o criei há quase 20 anos para falar um pouco de tudo aquilo que gosto, tudo que me impacta e alguns momentos inesquecíveis. Não tenho compromisso de imparcialidade. Sou apenas uma pessoa que sempre gostou de escrever para passar o tempo e me expressar livremente.  Logo de cara vocês devem ter notado que o nome do blog é uma referência clara e direta ao personagem James Bond e meu fascínio por ele. Apesar de não ser um espaço exclusivamente dedicado ao agente secreto.  Agora que já esclareci tudo por conta da demora em abordar um assunto datado e meio que me apresentei ao novo público de leitores que esper

Parabéns Roberto Carlos: 80 anos de muitas Emoções

Imagem
  Se alguém me perguntar quando eu comecei a gostar de Roberto Carlos, a resposta para esta pergunta eu vou ficar sempre devendo porque não sei.  Estou prestes a fazer mais um aniversário em maio próximo e, ao longo dos meus quase 46 anos de vida, creio que há pelo  menos uns 42 sou fã fã do Rei.  Desde muito criança eu sempre pedia para minha mãe colocar o "disco laranja" (cor do selo da extinta gravadora CBS Discos) e, mesmo sem entender as letras das canções pois eu mal falava direito, eu gostava de ouvir aquela voz cantar, calma e suave.  Aquelas músicas me traziam uma sensação que não sabia o que era. Só sabia que era boa, que me deixava feliz.  Definitivamente Roberto Carlos é a trilha da minha vida toda. Sempre que um momento envolve música, ele está presente de alguma forma.  Todos os anos, desde que me entendo por gente, assisto aos especiais de fim de ano na Globo. Até hoje não perdi nenhum especial, mesmo as reprises. Creio que o primeiro que vi foi um que ele apar

A evolução digital nossa de cada dia

Imagem
  Hoje trago para meus leitores um texto bem mais leve mas que poderia perfeitamente ser tratado dentro da série "Todos Contra o Coronavírus", deste blog que é uma prestação de serviço e reflexões pessoais ao mesmo tempo. Nesta série, os textos são mais carregados de dura realidade.  No entanto, quando decidi escrever esse texto, quis trazer para o lado leve característico das minhas postagens, até porque, a tecnologia está presente no nosso dia a dia independentemente desses momentos sombrios que estamos vivendo atualmente.  Só que agora, ela é, mais do que nunca, vital para que nossa vida continue ativa. Sou de uma geração totalmente analógica. Meios de comunicação eram basicamente cartas, rádio, jornal e revista, televisão para saber notícias em geral e telefone para saber notícias de familiares e amigos. Para nosso aprendizado ou a leitura como lazer e pesquisas usávamos livros físicos. Para ouvir música, o próprio rádio; toca discos, toca fitas, walkmans. E, desde  pouco

Todos Contra o Coronavírus - Um ano depois, a esperança da cura

Imagem
Eu gostaria que esse ano de 2021 pudesse ter começado de um jeito diferente e que o primeiro texto do ano a ser escrito no meu blog fosse sobre um assunto mais leve. Ainda assim, aproveito para desejar aos leitores  um Feliz Ano Novo. Quero começar esse post deixando uma coisa muito clara aqui. Sei que estamos num tempo onde o Brasil anda muito politizado onde cada um defende seu ideal e sua bandeira partidária com um fervor nunca visto antes, principalmente na internet. Mas aqui no meu blog, vou apenas, como sempre fiz, ater - me a fazer um relato pessoal sem nenhuma pretensão de enaltecer qualquer ideologia política, até porque nunca liguei para isso.  Respeito quem é engajado mas eu prefiro me manter  à distância desse embate.  Nem parece que o tempo passou, ficamos parados, estacionados e atônitos, meio que ainda presos em 2020 desde que o primeiro caso de Covid 19 foi confirmado no Brasil `no dia 26 de Fevereiro do ano passado, há exatamente um ano, completo ontem. Toda a vida da

Todos Contra o Coronavírus - Registros e reflexões do meu último passeio de Natal no ano passado

Imagem
 Este mesmo texto era para ter sido publicado há um ano. Mas na época, tive uma espécie de bloqueio criativo sem nenhuma razão aparente. Afinal, este dia tinha tudo para ser um dia feliz de um passeio de Natal com tudo que tive direito e mais alguns momentos ímpares que fizeram desse dia, algo ainda mais especial, que vou lhes contar mais pra frente.  Voltei para casa feliz e muito empolgada e talvez isso tenha causado o tal bloqueio. Algo misterioso, fora de qualquer coisa imaginada por um ser humano.  Era um domingo como outro qualquer. Como acontecia todos os anos nesta época, desde que me entendo por gente, sempre fiz um passeio de Natal pelo centro de São Paulo para ver a decoração  nas ruas e em algum shopping e o presépio da igreja da Sé, sempre acompanhada por minha saudosa mãe. Muitas vezes, este era o meu único passeio das férias escolares (sem contar visitas à familiares ou passar aquela temporada na casa de um primo/a). Mas isso nunca me incomodou porque para mim, você não