My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Um conto de fadas pela manhã: The Royal Wedding

Arte: Blog Noivas.com- Gabrieli Chanas - Zero Hora (RS)





















Hoje o dia foi diferente. Os noticiários não deram notícias corriqueiras nem mesmo falaram do trânsito caótico de São Paulo, coisas que eu não faço a menor questão de saber para não estragar o meu dia. Acordei cedo, 6:15h da manhã, com ajuda de despertador do celular, relógio programado da TV e gente me chamando para que eu pudesse acompanhar a transmissão pela TV do casamento do Príncipe William e da Plebéia Catherine Middleton. Um verdadeiro conto de fadas na vida real, daquele tipo que está sempre no imaginário das meninas baseado nas estórias de príncipes e princesas que "...viveram felizes para sempre". Algumas pessoas acham bobagem mas eu não. Sou admiradora da Família Real desde o dia em que assisti por acaso ao casamento do Príncipe Charles com Lady Diana Spencer. Desde então acompanho tudo que sai a respeito da Corte Britânica.




Não assisti ao casamento na Globo pois acho que eles são muito "burocráticos". Preferi acompanhar pelo SBT e depois pela Record. A transmissão do SBT cometeu duas falhas muito grandes. A primeira foi colocar como comentarista um carinha do programa "Esquadrão da Moda" que ensina que se a roupa não for cara ou de marca é feia e cafona. Particularmente preferiria Gabrielli Chanas do jornal Zero Hora, que entende muito de noivas. Outra falha foi interromper a transmissão bem na hora do beijo do casal na sacada do Palácio. Lamentável!



A cerimônia foi uma mistura de tradição com modernidade. Os noivos estavam visívelmente apaixonados e felizes. O Príncipe William demonstrava mais nervosismo do que qualquer outro tipo de sentimento. Tímido, arriscou a dizer que Catherine estava linda assim que a recebeu no altar.
Ela estava realmente linda, com um vestido muito elegante que destacava toda a delicadeza da noiva. Tinha os cabelos soltos, maquiagem feita por ela própria assim como o esmalte nas unhas, provando que a beleza feminina não precisa vir do "salão" mas sim da personalidade única de cada uma. A Princesa mais parecia aquelas bonecas caras vestidas de noiva que toda menina quer ter.
Já o Príncipe William estava o "príncipe dos sonhos" de qualquer romântica com uma linda farda vermelha das forças armadas irlandesas. Um sonho que a partir de agora materializa - se apenas aos olhos de sua Catherine.



Na cerimônia o casal demonstrou o ar de modernidade quando Catherine jurou amar e cuidar de seu marido em todas as situações porém não fez o juramento de "obediência ao príncipe" a exemplo de sua sogra, Lady Diana que fez esses mesmos votos quando se casou com o Príncipe Charles.



Após a cerimônia, o Casal Real desfilou para uma verdadeira multidão de ingleses e turistas sortudos que estavam pelas ruas próximas à Abadia de Westminster, seguindo direto ao Palácio de Buckinghan onde acenaram para o grande público aglomerado ali à espera do primeiro beijo dos recém casados na sacada do Palácio como acontece nos contos de fadas.
Na hora da tradicional partida dos noivos no carro decorado com a plaquinha "recém casados" e os enfeites feitos por amigos, Príncipe William demonstrou seu lado Bondmaníaco ao dirigir um Aston Martin que pertence ao Príncipe Charles. Tanto o pai quanto o filho são fãs confessos de 007, o que me enche de alegria e orgulho. Lindo ver o "Bond Príncipe" desfilando com sua "Bondgirl Princesa" pelas ruas de Londres num Aston Martin em uma cena de cinema ao vivo.
Mesmo que eles não saibam, desejo muitas felicidades e uma vida longa e cheia de amor para eles.





































Minha homenagem à Lady Diana Spencer, mãe do Príncipe William



Obs: Todas as fotos tiradas por mim no momento da transmissão pela TV.
Foto 1: Carole Middleton acompanhada pelo filho James, Foto 2: Príncipe Charles e esposa Camila Parker Bowls, Fotos 3 e 4: Rainha Elizabeth II e o marido Príncipe Phillip à caminho da Abadia e depois entrando p/ assistir a cerimônia, Fotos 5 e 6: A linda noiva Catherine Middleton caminha pelo altar conduzida pelo pai Michael Middleton, na foto 5 vista aérea e na foto 6 um close do rosto da noiva, Foto 7: O elegante noivo, Príncipe William , caminha ao altar apoiado pelo irmão e padrinho Príncipe Harry, Foto 8: William e Catherine no altar ladeados por Harry e Michael Middleton, Foto 9: Príncipe faz os votos de casamento para a noiva, Foto 10: Catherine faz os votos de casamento para o noivo, Foto 11: saída dos noivos, Foto 12: Início do desfile na Carruagem Real para ingleses e turistas na rua,
Foto 13: O beijo do casal na sacada do Palácio de Buckinghan, Foto 14: Casal Real a bordo de Aston Martin com a tradicional plaquinha de recém casados. Momento "Bond" do Príncipe, fã confesso do agente 007.



















































































































sábado, 9 de abril de 2011

Amor e Revolução: uma aula de história com Tiago Santiago

Wallpaper de Amor e Revolução. Arte: SBT
Quem me conhece sabe o quanto sou noveleira. Mas não sou obcecada tipo, dessas que se saírem no horário da novela e perder o capítulo fica brava ou perdida. Não deixo gravando nem piro, leio um rápido resumo (ou não) e sigo do capítulo do dia seguinte, aproveitando aquele resuminho do começo. E acompanho desde o primeiro dia até o último.
Já acompanhei tramas melosas, engraçadas, dramáticas, cheias de ação, de época, estrangeiras, nacionais. E de algumas, assisto também as reprises quando passam (mas é preciso que eu tenha gostado muito para isso acontecer). Aprendi com as novelas de época coisas que a escola só ensina na base da "decoreba" chatíssima, chatérrima. E sabem, por causa de uma novela de época acabei tirando um "A" bem redondo e literalmente fazendo história na E.E. "Nossa Senhora da Penha".
 Mas, vamos ao assunto central do post.
Estreiou terça - feira a novela "Amor e Revolução" do jovem autor Tiago Santiago no SBT.
A novela retrata o amor entre uma revolucionária e um militar. Já houveram outras novelas e também minisséries que trataram da Ditadura Militar mas ninguém, absolutamente ninguém ousou tanto numa novela com esse tema como Tiago Santiago.
Apesar do romance central com os protagonistas vividos por Cláudio Lins e Graziela Schmidtt, o foco principal é realmente o período militar. Com cenas de torturas e assassinatos a sangue frio, prisões e preseguições  fortes, quase que reais e também depoimentos de pessoas que viveram na carne a realidade daqueles dias horríveis.
E logo na primeira semana, um depoimento forte de uma das companheiras de prisão política da Presidente Dilma Rousseff. Dizem, mas não é confirmado, que a própria Presidente recebeu um convite do autor da novela para gravar um depoimento.
Conheci Tiago Santiago pessoalmente num evento que um amigo meu organizou em 2009 por ocasião da novela Os Mutantes. Só que além da simpatia e carisma dele jamais suspeitei tamanha coragem e ousadia.. Para quem não se lembra de Tiago Santiago, ele é co - autor de Vamp e um dos váaaaarios autores de Malhação.
Há muito tempo eu não via no SBT uma trama de época tão boa como esta, acho que desde Sangue do meu Sangue de 1994 que retratava a época da escravidão no Brasil e onde aprendi como se deve sobre a Lei Áurea (por causa dessa novela tirei o "A"  memorável que relatei no começo do post). Vou acompanhar Amor e Revolução conforme der pela TV e acompanhar o hotsite que é este http://www.sbt.com.br/amorerevolucao.
Parabéns à todo o elenco e ao autor pela ousadia e pela qualidade de produção que há muito eu não via no SBT. Sucesso #AmoreRevolucao! Uma verdadeira aula de história pela TV.

Obs: Post dedicado à Tiago Santiago, produção e elenco da novela Amor e Revolução e também à todos aqueles que lutaram pela Democracia no país.