My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Viva Roger Moore

Estou aqui hoje escrevendo para homenagear uma pessoa que admiro muito pois foi através dela que conheci um dos meus personagens favoritos do cinema. Muitas pessoas que me conhecem sabem que comecei a gostar de James Bond por mero acaso, ainda muito pequena.
Estou falando de Roger Moore. Embora ele não seja meu Bond preferido, gosto muito do seu jeito de interpretar o personagem. Ele deu novas características que ainda eram um pouco ausentes no 007 interpretado por Sean Connery (esse sim um de meus dois atores preferidos no papel). A elegância ao se vestir com qualquer tipo de roupa, não só o tradiconal smoking. Aliás Roger Moore aproximou 007 de um guarda roupa bem mais comum, usava roupas que remetiam ao dia a dia do homem inglês. Moore também incorporou outra marca no personagem. O delicioso e sofisticado bom - humor com tiradas que nem sempre são compreensíveis do grande público. A gana e a paixão com a qual ele trabalhava e claro, o fato dele ser inglês, de falar com tanto charme e aqueles olhos azuis que parecem inocentes mas são provocantes  brincando com essa mistura de sensualidade e inocência.
Roger Moore, ao contrário de outros atores sempre sentiu orgulho em ter feito os filmes de James Bond mesmo que numa época de pouco sucesso.
Mas Roger Moore não é só um grande ator, também é um homem de bom coração. Dedica seus dias à campanhas da UNICEF ajudando crianças carentes, usando além do dinheiro, sua fama e prestígio. para realizar suas boas ações. E por seus méritos, a Rainha Elizabeth concedeu à ele o título de "Sir" por todos os serviços prestados, seja atuando nas telas do cinema, no teatro e na caridade. Feliz Aniversário Sir Roger Moore, vida longa e feliz. Receba hoje e sempre ao menos um pouco daquilo que você dedicou ao seu próximo e também do carinho de quem o admira por tudo que fez e ainda faz. Beijos.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Minha Madrinha do Céu

Para quem não sabe, hoje além do dia da criança e Descobrimento da América é também o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Para mim, Ela também é minha Madrinha. Eu tenho aqiui na Terra a minha madrinha Lia q me batizou e que também é minha tia. Mas além disso, sou consagrada à Nossa Senhora Aparecida desde o dia do meu batismo por isso A chamo de "Minha Madrinha do Céu.



Minha própria vida já é um milagre. Quando eu nasci, tive complicações muito sérias, minha mãe me disse que eu fiquei entre a vida e a morte. E graças às orações de toda minha família, especialmente de minha avó, católica fervorosa e também dos cuidados médicos e principalmente do amor inabalável de minha mãe eu sobrevivi e estou aqu. Cheguei a ser "batizada" no hospital pois era quase certo que eu não escaparia. Mas meu coração é forte eu sobrevivi. No dia 13 de junho de 1975 eu entrava na igreja para ser batizada e além do batismo, o padre ergueu - me diante da imagem de Nossa Senhora Aparecida e me consagrou à Ela. Eu nunca consegui chamá - La de Nossa Senhora, sempre A chamo de Madrinha. Foi assim que minha mãe me ensinou desde pequena. Na igreja ela sempre me dizia: "vai ver a sua Madrinha".Aos três anos andei pela primeira vez por um milagre atribuído à Ela, Nossa Senhora. Paguei promessa de minha avó aos treze anos entrando de branco da cabeça aos pés na Basílica Nacional em Aparecida - São Paulo.  E a Lia, minha madrinha aqui da Terra, não chamei de madrinha nunca. Primeiro por não me ensinarem e depois, sei lá por que motivo. Mas também a amo muito. Depois de adulta, minha Madrinha do Céu fez muitas coisas por mim como curar meus olhos de um micro estrabismo e miopia. Entreguei - Lhe meu último par de óculos. Não sei se você que lê essas linhas acredita em tudo que eu disse ou não. Deixo aqui acima de tudo uma mensagem de Fé e de que milagres existem, basta acreditar. E para minha Madrinha do Céu, mesmo sem às vezes merecer, peço humildemente a Sua Bênção.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Rio de Janeiro capital do esporte

Hoje o mundo soube que em 2016 os jogos olímpicos serão na cidade do Rio de Janeiro. Eu fiquei feliz com a notícia mas ao mesmo tempo fiquei com medo.
Sabemos que o Brasil enfrenta problemas com segurança, educação, saúde, transporte, cultura, trabalho e a vinda de um evento tão grandioso quanto os Jogos Olímpicos requer que melhoremos (e depressa) a nossa estrutura e nossa imagem perante o mundo.
Podem falar o que quiserem aqueles que dizem que não gostamos do nosso país e que vivemos detonando tudo que é feito aqui.mas a verdade tem que ser dita.
Nosso povo é injustiçado, trabalha muito por um salário miserável, pagamos impostos caríssimos sem retorno. Vemos nos jornais e na TV a roubalheira correndo solta. E para completar, até bandido vira astro de cinema como se fosse um pobre coitado. Graças à DEUS o Oscar nunca premiou filmes como "Cidade de Deus", "Carandiru" e outros tantos. Falo tudo isso porque ainda tenho esperança que o Brasil seja um país sério e digno. Quanto aos jogos, vale a festa e o oba oba mas não se pode esquecer de trabalhar duro para que os jogos de 2016 sejam o pontapé inicial para nosso país ter uma fama melhor perante o mundo possibilitando uma vida digna para aqueles que aqui vivem, nós. E cabe a todos fiscalizar e colaborar para que isso aconteça.