My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Minha visita à Taça do Mundial de Clubes

As duas conquistas do Mundial da FIFA (esq  2000 e dir 2012)
Pois é, antes de 2012 acabar eu não podia deixar de registrar com muito orgulho a minha visita à taça do Mundial de Clubes da FIFA conquistada no último domingo dia 16 em Yokohama - Japão.
Algumas coisas nunca mudam: Meu orgulho e alegria, não apenas por este título mas principalmente em ser Corinthiana. Quem sentir a mesma coisa que sinto eu nem preciso explicar o que é. Quem não sentir, sinto muito mas explicar não dá porque jamais vão compreender. Entrar novamente no lindíssimo Memorial do clube é sempre a mesma alegria que se renova e não poderia deixar de ser diferente no sábado dia 22 quando fui. Desta vez a fila não estava tão enorme mas dá para entender, afinal choveu muito em São Paulo e as pessoas preferiram não sair de suas casas ou foram pela manhã. Eu fui à tarde e já não estava tão ruim o tempo. A taça é linda, imponente mas não é grande e deve ser até pesadinha. Tão pesada quanto a responsabilidade e a serenidade necessárias para conquistá - la.
E o espaço destinado no Memorial? Como sempre maravilhoso! Como os "meninos" que trabalham lá são tão rápidos e caprichosos. Um imenso painel com o mapa - mundi sinalizando os locais das conquistas e também os selos da FIFA.
 
 
Olha que espaço lindo, difícil tirar a foto de frente por causa das muitas visitas
Flashes pipocando a todo tempo, tudo muito organizado e um dos funcionários que cuida do Memorial, David, além de orientar atacava de fotógrafo com uma paciência incrível. Eficiência e simpatia como sempre. A primeira estimativa de visitas foi de 6 mil pessoas só no primeiro dia.
E por falar em visitas, no começo do texto me referi ao título Mundial de 2000. Nem adianta discutir comigo, respeito o ponto de vista de todos que não concordam com isso. O fato é que euzinha segurei o "mundo" com minhas próprias mãos. É um pouco pesadinho mas é uma sensação muito legal.
 
Taça do primeiro Mundial de Clubes da FIFA foto tirada em 2000
 
 
E como consegui isso? Em 2000 estava no Corinthians para mais uma aula de natação. Quando passei pela porta da antiga presidência, um dos seguranças que lá estavam, me chamou e disse que a taça do Mundial já estava lá. Olhei, tirei fotos, beijei. Aí ele perguntou se eu gostaria de segurá- lá. Quase morri de tanta alegria e tremia muito quando o seu Edgar (que já saiu do clube e espero que esteja bem) entregou a taça. Ela é pesada, deve ter uns 10 ou 15Kg. Não tenho como explicar! Quem puder ter essa sensação de segurar um troféu importante que seu time conquistou vai me entender, especialmente se for corinthiano. Dedico esse texto ao time do Corinthians desde o Tite até o último jogador que esteve na reserva, especialmente ao Paolo Guerreiro e seus gols nos dois jogos e ao Cassio, o goleiro - muralha e suas defesas "de outro mundo".
Um Feliz 2013 para todos e muita Paz. Cheers, shaken not stirred! E viva o melhor time do mundo o Corinthians!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

I am invencible: E o mundo continua. Aguardando 2013

Calendário Maia
Eu, assim como milhões de pessoas sempre ouvi dizer que o mundo iria acabar dia 21 de dezembro de 2012 por causa de um cálculo de tempo feito há muitos séculos atrás. E se o mundo tivesse acabado mesmo, como uma simples mortal estaria viva escrevendo esse post agora enquanto ouve música pela Rádio Disney? Isso ninguém pode explicar não é? 
O calendario Maia foi feito por seres humanos e humanos cometem erros de cálculo também. Haja visto as odisséias espaciais e a própria invenção do avião que com certeza exigiram anos de cálculo e estudo de seus inventores que até "acertarem a mão" erraram e refizeram tudo até dar certo.
O que me diverte mais é ver esse povo maluco que literalmente acreditou nisso e construiu casas abrigo, estocaram provisões e o mais grave: fizeram tudo que tinham vontade desde torrar o cartão de crédito, mandar o chefe para aquele lugar até trair a pessoa com quem se casou sem ligar se foi pego. E quando acordou hoje de manhã deu de cara com a "sobrevivência" e as consequências dos seus atos insanos.
É claro que também não sei se chegarei até o fim do dia viva, como ocorre em todos os outros dias mas se eu morrer o mundo acaba para mim e para os demais que morrerem hoje. Para os que permanecerem vivos o mundo continuará até que a hora deles chegue. Minha mãe sempre diz: ninguém é eterno.
Em outras datas também já houve esse tipo de paranóia em 2000 por causa do bug do milênio que nem houve pois os computadores foram preparados para isso e também em 11/11/2011 e 12/12/2012 datas místicas. A única coisa que realmente é certa é que jamais existira um 13/13/ 2013.
Para comemorarmos separei as melhores piadas de internet para a gente dar umas boas risadas. Divirtam - se um Feliz Natal e um excelente 2013.
 
 
Piada para  nerds (compartilhada através de Mary Farah)

Piada para corinthianos (compartilhada através de Ricardo Nóia)
Piada para Cristãos (compartilhada através de Ana Maria Tibério)

 

Piada para Chavesmaníacos (compartilhado através de Fã Clube Chespirito Brasil)


 
Piada para bondmaníacos (compartilhada através de pesquisa no Google)
 
 

domingo, 16 de dezembro de 2012

Vai Corinthians! Abraçar o Mundo

"Para conquistar o mundo é preciso atravessá - lo", frase muito comum em faixas exibidas em jogos por torcidas adversários que também conquistaram o Mundo depois de vencer o Torneio Intercontinental que tinha peso de mundial por um regulamento da época e por isso ignoram o Mundial conquistado diante do Vasco no Rio de Janeiro em 2000. Desistam se querem discutir comigo qualquer coisa a respeito disso. Até porque este ano fizemos aquilo que os adversários nos cobraram, atravessar o mundo. Já que atravessamos o que falta agora?
 
 
Time campeão do Mundial de clubes da FIFA - Japão 2012 foto: MSN Brasil
 
Novamente estava eu nervosíssima, coração na boca e quase sem ar. Ainda acabando de acordar e com o rádio ligado na Transamérica para ouvir o jogo enquanto me arrumava e tomava o café. Eu queria assistir ao jogo na Band como sempre faço por gostar muito do Neto e da empolgante narração de Luciano do Valle. Mas já nos primeiros minutos fiquei nervosa quando o jogador do Chelsea fez uma jogada dessas sensacionais e Cássio defendeu de uma maneira tão inacreditável e perfeita com frieza e firmeza.
Resolvi que continuaria apenas ouvindo pelo rádio e a TV ligadinha na maratona dominical do Chaves no SBT. E colocava na Band por vezes para ver algum gol ou mesmo um lance que eu considerava importante. E ali, de mãos postas, coração na boca até que aos 23 min e 50 seg do segundo tempo Paolo Guerreiro fez o gol que precisávamos.
 
 
Corinthians 1x Al Ahly 0 dia 12/12/2012 ao lado dos colegas, professores e recepcionista da natação no Corinthians
 
 
O Chelsea que parecia estar totalmente perdido, era uma sombra do time quase imbatível que o mundo inteiro conhece, teve ainda lances que lembravam a todos quem o Corinthians estava enfrentando. Cássio fez mais seis lindas defesas que com certeza resultariam em gols se ele não fosse o goleiro. Por muitas vezes, para acalmar o coração recitei a poderosa oração de São Jorge, padroeiro do Corinthians e também da Inglaterra , terra do Chelsea. Isso parece ter refletido até no Japão porque o Corinthians parecia numa armadura intransponível onde a única força que passava era o grito da própria torcida e todo amor de quem "invadiu" a terra do Sol Nascente e também de quem ficou no Brasil espalhada em bares, praças, clubes e casas grudados na TV num domingo em que ninguém que fosse Corinthiano reclamou de acordar cedinho no fim de semana.
 
Charge comemorativa compartilhada no Facebook foto: Aqui é #Grandeza
 
 
E o tempo passa... como diria Fiori Gigliotti, saudoso narrador. Ataques daqui e dali e um ensaio de pressão por parte do time da terra de 007 no finalzinho para deixar tudo com mais emoção. Expulsão, gol anulado do Chelsea até que o juíz apita o fim de jogo.
Novamente comemoro gritando e pulando. E ao entrar na internet percebo que torcedores de outros times não postam piadas, preferem tratar de "outro assunto" nas redes sociais. Amigos que passaram a semana zoando no Facebook devem estar atônitos pois não vi suas habituais frases feitas que li a semana toda sem responder nem dar bola. Amigos e parentes que comemoravam com a mesma euforia de 4 de julho quando veio a Libertadores também não faltaram e claro que respondi com a mesma alegria. O vídeo abaixo com o desabafo emocionado de Neto, eterno ídolo corinthiano traduziu muito bem essa alegria sentida por 30 milhões de loucos espalhados pelo mundo.
O mundo ficou pequeno para o Corinthians! E a alegria foi grande, muito grande!





Prazer Chelsea, sou o Corinthians! Um brinde aos Campeões do Mundo ao bom e velho estilo Bond, shaken not stirred! Cheers!









 
 
 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Alô criançada o Bozo voltou

Bozo nos anos 80 em seu programa na TVS foto: SBTpedia
 
 
Quase nunca assisto o Bom Dia e Compania no SBT. Prefiro muito mais assistir She Ra e He Man na Rede Brasil de Televisão (canal 50 UHF) que reprisa desenhos clássicos. E hoje antes de desligar a TV coloquei no SBT um pouco. E qual não foi minha surpresa ao ver algo que eu não via há 20 e tantos anos: um desenho animado do Bozo. Assisti com os mesmos olhos curiosos de quando era criança e uma mistura de sentimentos entre alegria e curiosidade povoou meus pensamentos.
O desenho terminou e quando já ia pegando o controle para desligar a TV e eis que tive outra surpresa ainda mais agradável: ao lado de Priscila Alcântara não estava Yudi Tamashiro, seu tradicional companheiro de cena, mas sim um velho conhecido das manhãs SBTistas, Bozo.
Eu fiquei sem palavras e sem ação pois sempre esperei esse dia.
Assistia o Bozo todos os dias, mais as reprises vespertinas já que pela manhã tinha aula. Nas férias e aos sábados assistia de manhã. Incontáveis e inesquecíveis momentos de muita diversão em que aprendi tanta coisa também. Nunca esqueci um Bozo Visita onde o palhaço visitava lugares curiosos como o Instituto Butantan e o Metrô e mostrava em capítulos curiosidades desses lugares. O metrô foi o lugar que nunca esqueci. Foi também através do Bozo que conheci desenhos e personagens que até hoje gosto de assistir.
E mesmo em tempos de "Xou da Xuxa", um fenômeno de 1986, nunca deixei o Bozo de lado. Fui uma "amiguinha" (assim Bozo chamava as crianças) até o fim, jamais fui uma "baixinha da Xuxa".  Adorava a "Família Bozo" formada por Vovó Mafalda, Papai Papudo, Professor Salci Fufu, Bozolina (uma voz embaralhada que era a "secretária" do Bozo), Bozolinda e Garoto Juca (único personagem que além de Bozo foi tirado dos desenhos animados e ganhou sua versão carne e osso), os demais foram criação brasileira para adequar o palhaço a um padrão brazuca (ele é criação do cartunista americano Larry Harmon). Tinha também os bonecos jurados que faziam parte da versão infantil do show de calouros, Zeca, Zico, Candinha e Maroca. Também tinha o trio Zecão, Lili e Macarrão que eram como caipiras do interior.
Minha única frustração foi nunca ter ido a um programa dele para dar uma bitoca no nariz embora o tivesse visto bem de longe num show feito no Playcenter e também na Parada da Criança que o SBT promovia todo 12 de outubro inspirada na Parada das Rosas da Disney.
Tinha muita coisa, Lps, uma camiseta e um Bozo fabricado pela Estrela que se perdeu no tempo mas que haverei de recuperar.
Desejo que o Bozo faça sucesso novamente e espero um dia poder dar a bitoca no nariz dele que guardei por tantos anos, cheia do sentimento feliz que eu tinha enquanto assistia seu programa. Criança que gosta do Bozo é feliz feliz. E adulto que nunca esqueceu o Bozo com certeza tem  lembranças felizes no coração.  
 
Priscila Alcântara e Bozo na reestreia 20 anos depois foto:UOL