My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Revenge, a "vingança" perfeita



Eu sei que demorei muito para escrever sobre o final da série Revenge. E que hoje em dia, os assuntos que são notícia nesse mundo das séries e filmes são outros, ainda mais com a proximidade do Oscar.
Cinema e séries são assuntos que eu amo e só tenho a chance de conversar através da internet com meus amigos ou aqui, de vez em quando, pois preciso me inspirar muitas vezes e pesquisar muito aquilo que for escrever. 
Só agora, no primeiro texto que posto em 2016, resolvi falar de Revenge. Na verdade, só hoje porque faz menos de meia hora que eu acabei de ver o último episódio da série no Netflix. 
Para aqueles que temem ler meu texto até o fim, não se preocupem, não contarei nada, não darei nenhum spoiller. Quero manter a surpresa para aqueles que ainda não terminaram essa temporada e também para aqueles que só agora tiveram a chance de conhecer esta estória tão fascinante. 
Comecei a acompanhar a série desde a primeira temporada, na Rede Globo que estreiou dia 14 de abril de 2013, um domingo à noite depois do Fantástico e assim fui acompanhando ao longo de toda a temporada. Quando a série estava "ficando boa" e os capítulos avançaram, eu comecei a ficar muito exausta, quase não conseguia assistir aos episódios e eu estava muito cansada sempre.
Assistia o que dava porque não queria parar de ver. Sabe aquele tipo de série que vicia igual novela? 
Foi quando um dia descobri por acaso o DVD com a temporada completa quando eu pesquisava sobre a série. E como no fim de semana eu iria ao shoping, comprei o primeiro DVD. Resultado: Larguei de mão a série da Globo com aquele "horário Deus me livre" porque à essa altura, começava mais um BBB empurrando a programação legal lá prás tantas da manhã. 
"Rebutei" a temporada, comecei a ver tudo do início, com calma, num horário descente que eu pudesse acompanhar até porque, quem colocava o DVD prá rodar era eu. Saí ganhando porque vi tudo sem cortes (melhor nem mencionar cortes absurdos em séries e filmes na TV. Quem não sabe que isso existe, ficaria surpreso com o que fazem). 
Conclusão: comecei a comprar todas as temporadas a partir daí e ver tudo. 
Passou o tempo e minha prima me "apresentou" o Netflix . Melhor ainda, ela me adicionou como sua dependente e eu tive acesso não só a Revenge como também à outras coisas legais. 
Assisti a 3ª temporada inteira e quando a 4ª chegou no Netflix tb assisti. Mas comprei o DVD da 3ª e vou comprar o da 4ª para ter na coleção e fazer uma mega maratona quando sentir saudades. 
Comecei a ver a última temporada no ano passado mas sei lá porque, interrompi no 11º episódio. Vai ver que no fundo, eu queria que a "vingança" nunca terminasse. 
Ignorei por completo a exibição na TV e depois resolvi retomar esse mês os episódios. E fui até o fim. 
Foi o máximo, eu tinha que me controlar várias vezes para não ver tudo de uma vez. E até agora, uma hora depois que terminei de ver tudo, ainda estou perplexa, tentando absorver, ligar os pontos, raciocinar e tomar consciência de que acabou para mim até eu fazer uma mega reprise com meus DVDs.
Estou impressionada com tudo mas, principalmente, como o que o  autor Mike Kelley fez para unir todas as temporadas, amarrar a trama e aos poucos soltar cada um dos laços até o final espetacular que eu nunca imaginei que teria. 
Palmas para todos que fizeram essa "vingança" acontecer não importa se na tela de uma TV, computador, tablet, celular, notebook ou o canal que sintonizou. As palavras que antes povoavam meu cérebro para escrever esse texto, agora faltam. Não tenho mais nada a dizer. Só que foi uma das séries que ficará em minha memória para sempre como uma das melhores que já assisti em minha vida.