My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Minha Madrinha do Céu

Para quem não sabe, hoje além do dia da criança e Descobrimento da América é também o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Para mim, Ela também é minha Madrinha. Eu tenho aqiui na Terra a minha madrinha Lia q me batizou e que também é minha tia. Mas além disso, sou consagrada à Nossa Senhora Aparecida desde o dia do meu batismo por isso A chamo de "Minha Madrinha do Céu.



Minha própria vida já é um milagre. Quando eu nasci, tive complicações muito sérias, minha mãe me disse que eu fiquei entre a vida e a morte. E graças às orações de toda minha família, especialmente de minha avó, católica fervorosa e também dos cuidados médicos e principalmente do amor inabalável de minha mãe eu sobrevivi e estou aqu. Cheguei a ser "batizada" no hospital pois era quase certo que eu não escaparia. Mas meu coração é forte eu sobrevivi. No dia 13 de junho de 1975 eu entrava na igreja para ser batizada e além do batismo, o padre ergueu - me diante da imagem de Nossa Senhora Aparecida e me consagrou à Ela. Eu nunca consegui chamá - La de Nossa Senhora, sempre A chamo de Madrinha. Foi assim que minha mãe me ensinou desde pequena. Na igreja ela sempre me dizia: "vai ver a sua Madrinha".Aos três anos andei pela primeira vez por um milagre atribuído à Ela, Nossa Senhora. Paguei promessa de minha avó aos treze anos entrando de branco da cabeça aos pés na Basílica Nacional em Aparecida - São Paulo.  E a Lia, minha madrinha aqui da Terra, não chamei de madrinha nunca. Primeiro por não me ensinarem e depois, sei lá por que motivo. Mas também a amo muito. Depois de adulta, minha Madrinha do Céu fez muitas coisas por mim como curar meus olhos de um micro estrabismo e miopia. Entreguei - Lhe meu último par de óculos. Não sei se você que lê essas linhas acredita em tudo que eu disse ou não. Deixo aqui acima de tudo uma mensagem de Fé e de que milagres existem, basta acreditar. E para minha Madrinha do Céu, mesmo sem às vezes merecer, peço humildemente a Sua Bênção.

Um comentário:

Deixem sua opinião aqui. Ela será lida e respeitada