My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


sábado, 19 de abril de 2014

Parabéns Roberto Carlos: saúde, paz e felicidade para você

Eu na exposição do "Rei" na Oca em 2010
Hoje é dia de festa na música brasileira. É aniversário do "Rei" Roberto Carlos. Todos que me conhecem sabem que ele é meu cantor preferido. E mais que isso, é ele que faz a maior parte da trilha sonora da minha vida.
Quando eu era ainda pequena, não entendia de nada, tinha uma vitrolinha branca que era do meu padrinho e eu gostava muito de escutar uns disquinhos laranjas, na verdade LPs.
Não sei explicar o porque gostei das músicas se elas não eram feitas para crianças. Se falavam de conquistas amorosas, de casais apaixonados, coisas que crianças não sabem. Acho que foi mais por gostar de uma voz calma e doce transmitindo algo bom, falando de felicidade.
Em casa tinham dois discos, o LP Detalhes e o outro A Distância que eram (ouviu bem mãezinha), eram da minha mãe e ela me passou quando percebeu que eu gostava. A quem pertenciam os discos eu soube há pouco tempo.
Naquela fase da adolescência juventude rock and roll yeah que todo mundo passa continuei comprando meus próprios discos de vinil. Meus colegas diziam que eu gostava de música de velho e tal mas eu nunca me importei e continuei a ouvir o "Rei" e ver seus especiais na TV.
Nesta fase descobri que o Roberto também foi roqueiro e dos bons. Tive acesso a alguns elepês da Jovem Guarda e dos que ouvi gostei muito do Roberto Carlos em Ritmo de Aventura. Sem querer, descobri que também era um filme, desses para fã assistir porque gosta do artista. Era uma estória meio 007 abrasileirado mas na medida para fãs do "Rei" vê - lo no cinema, nada de excepcional qualidade mas divertido. E depois descobri outros 300 km por hora e Diamante Cor de Rosa. Para alugar na locadora foi um sufoco, precisei reservar e pagar antecipado o VHS. Mas valeu!
O tempo passou, cresci mas o Roberto, meu "amigo" inseparável sempre lá. Com a tecnologia dos CDs comprei vários, inclusive 2 boxes (anos 60 e 70) e agora que tenho MP3, converti alguns CDs e coloquei no MP3 junto com outros cantores que também gosto para sempre levar comigo.
Fui a três shows e me emocionei muito. Um dia ganhei uma rosa que virou farelinhos que eu guardava na minha carteira e o ladrão roubou carteira, dinheiro, documentos e a rosa que nunca mais recuperei.
Na última vez que fui a um show um cara me deu uma pétala da rosa quando minha mãe contou o que aconteceu comigo. A rosa está na carteira num saquinho de tecido azul sequinha sequinha mas está ali.
E duas histórias incríveis envolvendo o Roberto Carlos: A primeira foi que quando voltei depois de muitos anos para um apartamento que eu já havia morado (alugado) a primeira música que tocou no rádio foi "O Portão" (eu voltei porque aqui é meu lugar). E a outra foi quando um amigo querido me ligou de lá do Rio Grande do Sul para eu ouvir por telefone um trecho do show no Gigantinho. Chorei uma cachoeira e nunca esqueci esse dia.
Agora só falta eu conhecer o Roberto Carlos um dia, dizer o quanto eu o amo e fazer nele o mesmo carinho que fiz nessa foto da exposição do Oca. Quem sabe um dia Deus possa permitir.
Feliz Aniversário "Rei", um grande e carinhoso beijo prá você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixem sua opinião aqui. Ela será lida e respeitada