My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


terça-feira, 15 de junho de 2010

Série especial Brasil na Copa 2010

Durante a Copa do Mundo, a cada jogo envolvendo o Brasil o blog apresentará uma série de comentários meus. Aqui não existirá puxação de saco, tiração de sarro nem "patriotismo" mas uma análise totalmente imparcial de tudo o que eu vi na partida. Não sou jornalista, apenas torço para o Brasil e tenho também meu time do coração. Recomendo acompanharem os jogos pelas TVs Globo e Band e também pela Rádio Transamérica FM de São Paulo (100,1)

Dedico esta série de posts à duas pessoas muito especiais: meu priminho Anthony (10 dias de vida) e meu amiguinho Stefan (2 anos) que vivenciam à sua maneira a primeira de muitas Copas de suas vidas

Primeiro jogo Brasil 2 x Coréia do Norte 1

Minhas primeiras impressões da Seleção nesta Copa foi de um jogo razoável, visto que o adversário não era um time tradicional em Copas.
O primeiro tempo foi bastante sofrível. O time não conseguia se movimentar e demonstrar o porque de ser não só o participante que esteve em todas as Copas como também o detentor de mais títulos (5 no total).  A cada ataque esboçado, os coreanos pareciam uma muralha pois fechavam todas as brechas por onde o ataque canarinho poderia iniciar jogadas de perigo de gol. 
 Isso começou a mudar no segundo tempo. Por pouco não marca um de falta. Tirou tinta da trave. Mas parece que aquilo foi um sinal porque Elano deu um passe muito bom para Maicom e ele marcou um golaço. Os coreanos por um momento sentiram a pressão e ficaram batendo cabeça. Robinho deu um passe para Elano que marcou o segundo gol numa distração mínima dos adversários que deixaram uma brecha que foi muito bem aproveitada.
Com isso, o Brasil passou a melhorar ainda mais, comandar o jogo e dominar a Coréia.
Mas quando tudo parecia ser perfeito, num vacilo de zaga da Seleção saiu o gol dos coreanos que comemoraram muito essa façanha porque para eles, fazer um gol numa seleção tão tradicional como a brasileira, mesmo na derrota, já é um motivo de glória.

Até o próximo jogo

Um comentário:

Deixem sua opinião aqui. Ela será lida e respeitada