My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Agora tenho todos os livros de Ian Fleming


Minha coleção da obra completa de Ian Fleming
Jamais poderia imaginar que naquele 17 de dezembro de 2002 quando soube da existência dos livros escritos por Ian Fleming, mais específicamente os livros que contam as aventuras de James Bond, o agente secreto 007, algum dia eu teria a obra completa de um escritor ao alcance de minhas mãos. Valeu a pena pois no último dia 9 de janeiro finalmente chegou o último livro que faltava "Cidades Fascinantes" onde Fleming relata 13 viagens que ele fez ao redor do mundo. Ainda estou no começo da leitura e este já se tornou um dos meus livros favoritos. Lê - lo é como viajar de verdade na compania de uma pessoa agradabilíssima e cidadã do mundo.
Para completar a coleção foram 17 anos de buscas às cegas esperando que alguém fosse à Inglaterra e me trouxesse um livro mesmo em inglês que eu quisesse encomendar e pagar. Familiares até chegaram a ir mas não me avisaram e por isso não tive a oportunidade de encomendar.
Hoje em dia, a internet é uma excelente ferramenta de buscas. E neste caso facilitou a minha vida. Depois que assisti ao programa Neurônio MTV especial James Bond e soube dos livros de Ian Fleming traduzidos no Brasil, fui me orientar, comecei a frequentar sebos e acessar o Mercado Livre para comprar minha própria coleção. Devagar, de um em um, por vezes dois, comprei sete livros usados e os outros sete em livraria pois foram relançados pela L&PM Pocket e Editora Record. O primeiro deles foi 007 Os Diamantes são Eternos em formato pocket mas depois desfiz porque ganhei num sorteio durante um encontro da Comunidade 007 Brasil um exemplar antigo do mesmo livro. Preferi o antigo. 
 

O jornalista e escritor Ian Fleming Foto: site James Bond Brasil

 
Depois comprei um novo exemplar de "O Carro Mágico" (Chitty Chitthy Bang Bang) que demorei 26 anos para encontrar, também completei a coleção de estórias de 007 com A Morte no Japão e 007 contra o Homem do Revólver de ouro. Fiquei muito feliz na época. E até completar essa coletânea ainda "esbarrei" em outro livro dele que não tinha nada a ver com o espião britânico. "Contrabandistas de Diamantes" num acordo com o vendedor do Mercado Livre que não tinha um outro ítem que eu havia comprado, justamente o livro 007 contra o Homem do Revólver de Ouro".
Da mesma maneira que fiquei quando comprei a Ultimate Edition dos filmes de 007, novamente me sinto como uma criancinha que acabou de ganhar dos pais o brinquedo mais legal do mundo. Estou com cara de boba, parece que estou sonhando!
Sei que sou uma das poucas pessoas que não recebeu a coleção de livros de James Bond das mãos de parentes mais velhos, especialmente dos pais. Tive de correr atrás e comprar cada um deles. E hoje posso dizer com orgulho que depois de 28 anos consegui muito mais do que queria. Ao invés de apenas um livro em inglês só para guardar de recordação, tenho todos os livros que Ian Fleming escreveu para que eu leia e admire esta coleção para sempre!
 
 
OBS: Dedico esse texto à memória de Ian Fleming, ao apresentador Cazé Peçanha, à MTV e especialmente aos amigos Marcus Vinícius, Fábio Carmona e Cláudio Rodrigues (sem vocês jamais conseguiria ter acesso a esses livros).

 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixem sua opinião aqui. Ela será lida e respeitada