My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Uma São Paulo vista com outro olhar

Hoje São Paulo completa 459 anos de fundação. Nasci e fui criada aqui e definitivamente não me vejo nascida em outro lugar. O futuro é incerto para todos e jamais saberemos se vamos permanecer a vida toda na nossa cidade natal. Pelo menos é isso que quero: morrer na mesma cidade que me viu nascer.

Material explicativo distribuído no passeio
Aqui há muitas coisas que amo: a intensa vida cultural com eventos como a Bienal do Livro que considero a Disney dos viciados em livros já que as livrarias são os parques de diversão. Cinemas, museus, shopings, meu time e também os parques e áreas verdes (poucas mas existem), a deliciosa vida gastronômica da cidade para todos os paladares. E claro, minha casa, minha família, a maioria dos amigos. Pessoas que amo moram aqui.
Na correria do dia a dia, trânsito caótico, compromissos, estudo, trabalho, o paulistano nunca tem a oportunidade de parar um pouco e adimirar sua cidade, sua casa, seu berço. Não dá para conhecer detalhes tão fascinantes, embora tão familiares.
Acordei cedo e fiz um passeio promovido pela Prefeitura, um passeio de trólebus (os famosos ônibus elétricos) pelo velho centro, partindo do Pateo do Collégio onde São Paulo foi fundada pelo padre jesuíta José de Anchieta.


Sede da Prefeitura de São Paulo
 
E como disse no título do post, vi  minha cidade com outro olhar. Cada detalhe contado pela simpaticíssima guia Andréia era como redescobrir um lugar conhecido. Tantos detalhes que nem cabem aqui.
Vou dividir apenas uma curiosidade com vocês: O primeiro trânsito caótico registrado por aqui teve 300 carros apenas na ocasião da inauguração do Theatro Municipal em 1911.

Theatro Municipal
Lugares como Galeria do Rock, o cruzamento das Avenidas Ipiranga x São João, Viaduto do Chá, Theatro Municipal, Edifício Copon, Edifício Itália mostram um pouco da diversidade de quem vive em São Paulo seja porque nasceu ou porque adotou a cidade como sua casa. Tudo e todos passam por aqui.

Biblioteca Mário de Andrade
Galeria do Rock


 
E mesmo com tantos problemas que existem numa cidade em que a grandeza as vezes assusta mas impressiona e faz com que nos apaixonemos mais por essa paisagem tão cinzenta e tão colorida ao mesmo tempo, ainda quero comemorar e passear muito por aqui pois sou grata e tenho muito orgulho de ser paulistana. E não saberia ser outra coisa. Meu! viver aqui é muito legal.



Cruzamento das Avenidas Ipiranga x São João
 




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixem sua opinião aqui. Ela será lida e respeitada