My name is Patthy... Bondgirlpatthy

Bem - vindos ao meu cantinho virtual . A "casa" está sempre aberta à todos que queiram vir aqui ler e comentar meus posts. Este blog não tem compromisso jornalístico portanto não tem compromisso com a imparcialidade. Mas o meu compromisso com a democracia continua. Aqui toda opinião é importante e respeitada. Fiquem à vontade, a "casa" é de vocês. Voltem sempre q quiserem . Um beijo com muito carinho e obrigada.


quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

De volta aos anos 80

Jogo Genius, um clássico dos anos 80. Esse da foto é meu

Como a maioria das pessoas de mais de 30 anos, vivi intensamente aquela época gostosa da Infância 80. Vi todos os programas de televisão, acompanhei a moda mesmo sem seguí - la à risca, etc. Sou do tempo do programa infantil apresentado por palhaços e loiras e no domingo tinha o "Domingo no Parque" e mais tarde a Zebrinha do Fantástico (que só teve isso de Fantástico) falando os resultados da loteria esportiva quase relinchando. Uma época que se podia sair na rua com os brinquedos para mostrar aos amiguinhos no dia do Natal. Os meninos com Playmobill, Autorama. As meninas com as Fofoletes, as enormes casas da Barbie. E meninos e meninas com os jogos sensação da Estrela como Banco Imobiliário, Detetive, Cara a Cara... Tempo em que o filme da moda era E.T., o público queria desvendar o assassinato de Odete Roitmann  No sábado todos gritavam bem forte, bem alto, bem animado Viva a Noite, dançando ao som de Dominó, A - Ha e Menudo.
E o videogame da moda Atari, que eu não tive mas joguei e muito nas férias que passava na casa de primos.
E eu consegui a magia de voltar a viver essa época ontem. Fui até a galeria 7 de Abril à procura de um boneco do palhaço Bozo fabricado pela Estrela. Eu tinha esse boneco, sou uma "amiguinha" do Bozo. Adorava o palhacinho. Só que procurei e não consegui achar: ainda. A busca não terminou..
Em compensação, pesquisando de loja em loja eu fiz uma verdadeira viagem ao passado. Nas lojas estavam sendo vendidos (de segunda mão é claro) a maioria dos brinquedos que tive ou que já brinquei na casa de meus primos. Foi algo que não tenho como explicar. Parecia estar em outra dimensão. Me emocionei em ainda mais ao ver um sonho de consumo que eu tinha e nunca realizei: o Robô Arthur, que era um robô de controle remoto que você podia comandar a longas distâncias. Me conformo em apenas olhar para ele já que na época era um brinquedo muito caro e hoje ainda é. Foi bom.
Hoje, na era dos computadores, internet e redes sociais nós podemos resgatar sentimentos que envolvem isso e sensações assim  não consta no Google nem podem ser comprados no Mercado Livre. A geração de hoje só vai saber da informação fria e não do que sentimos. Informações dá para pesquisar, constam no Google.
Foi nostálgico, bom, ainda mais em fim de ano em que todos tendem a esse sentimento. Como diria aquele cara da Praça "Tempo bom não volta mais. Saudade de outros tempos iguais".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixem sua opinião aqui. Ela será lida e respeitada